caminho para a saude

A vida é feita de escolhas: como escolher o caminho da saúde

Você vai saber neste post como ingressar e manter-se no caminho da saúde. Abordaremos os principais hábitos que causam malefícios para a saúde, como eliminá-los de sua vida e, acima de tudo, como superar os deslizes.

Infelizmente nas mídias sociais vemos cada vez mais profissionais oportunistas, que se aproveitam do público leigo em medicina, para oferecer uma série de produtos de eficácia questionada, tais como filtros de água alcalina, coenzima Q10 e polivitamínicos, sem embasamento científico, e normalmente de custo elevado, com a finalidade de prevenir as doenças cardiovasculares, câncer, diabetes, enfim, garantir uma melhor qualidade de vida. Agora respondam: a pessoa que fuma, é sedentária, tem excesso de peso, realmente vai se beneficiar de tais substâncias, ou apenas vai engordar os cofres do fornecedor?

De acordo com  0 livro bíblico do Apocalipse, os quatro cavaleiros do apocalipse irão anunciar o fim do mundo.  De acordo com dados de desfecho cardiovascular, cinco hábitos prejudiciais anunciam a chegada da doença cardíaca: tabagismo, sedentarismo, excesso de peso, má alimentação e ingerir álcool em excesso.

De maneira isolada ou em conjunto, eles desencadeiam a formação de placas de gorduras nas artérias e estimulam sua progressão.  Fazem isso por interferência no metabolismo e alterações no trabalho celular e dos tecidos. Também alteram os marcadores de saúde que nós nos preocupamos tanto: pressão arterial, colesterol, e glicose no sangue. Muito frequentemente, o desfecho destes cinco hábitos é um infarto, derrame cerebral, doença arterial periférica, aneurisma  da aorta, problema de válvula cardíaca, ou insuficiência cardíaca. E o dano causado não é limitado ao sistema cardiovascular, mas estendem-se aos rins, ossos, e cérebro.

O quanto manter hábitos ruins contribui para o apocalipse da saúde pessoal?

Muito. Em um estudo de 4900 homens e mulheres na Grã-Bretanha, os pesquisadores calcularam os danos causados aos indivíduos que tinham quatro hábitos não saudáveis – tabagismo, pouca ingesta de frutas e legumes, pouca atividade física, e ingestão de mais do que 21 drinques alcoólicos por semana em homens ou 14 para mulheres. Comparado aos participantes com hábitos saudáveis, aqueles que tinham apenas um dos hábitos maléficos tiveram um índice de mortalidade 85% maior durante os 20 anos do estudo, enquanto aqueles que tinham todos os quatro hábitos tiveram índice de 349% a mais de mortalidade, ou seja, taxa de mortalidade maior do que três vezes quando comparado ao grupo com hábitos benéficos.  Os pesquisadores também  concluíram que as pessoas com todos os quatro hábitos não saudáveis eram fisicamente 12 anos mais velhas que a idade cronológica deles.

O quanto manter hábitos saudáveis podem contribuir para nossa saúde?

Um grande estudo ( Estudo Nurses’ Health) mostrou que as pessoas com peso normal, que praticavam atividade física regularmente, que consumiam uma dieta equilibrada, e consumo moderado de álcool, tinham 83% a menos de propensão para sofrer um infarto ou morrer por doença cardíaca ao longo dos 14 anos do estudo. Mais do que 2/3 de todos os eventos cardiovasculares foram atribuídos ao cigarro, excesso de peso, dieta desbalanceada, e alcoolismo.

Cinco estratégias para o caminho da saúde

1. Evite o tabagismo

2. Seja ativo

Qualquer quantidade de exercício diário é melhor do que nada. Pelo menos 30 minutos por dia é o ideal.

3. Almeje um peso saudável

Se você está acima do peso normal, perder apenas 5 a 10% do seu peso inicial pode fazer uma enorme diferença na sua pressão arterial ou glicose no sangue.

4. Enriqueça sua dieta

Adicione frutas e vegetais, grãos integrais, gordura insaturada, proteína do bem ( do feijão, nozes,castanhas, peixes  e aves) e ervas e especiarias. Subtraia alimentos processados,sal,carboidratos de rápida absorção ( a partir do pão branco, arroz branco,batatas e similares), carne vermelha, refrigerantes e outras bebidas adoçadas.

5. Beba álcool com moderação

Limite a ingesta a 1 ou 2 drinques por dia para homens e 01 drinque para mulheres.

Como implementar a mudança de hábitos

1. Trace metas

Ter objetivos específicos, que podem ser alcançados com facilidade, é a chave para o sucesso. Objetivos que envolvam mudanças comportamentais ( ” Eu vou ingerir 03 porções de grãos integrais por dia”) tendem a produzir um resultado mais efetivo do que objetivos fisiológicos ( ” Eu vou baixar o meu colesterol”)

2. Registre o seu progresso

Com tudo que você tem que  lembrar todos os dias, é difícil saber se você está atingindo as suas metas diárias. Registrar o quanto você caminhou ao  longo do dia ( se você usar um pedômetro), ou o quanto emagreceu a cada semana dá um importante feedback sobre o seu progresso. Dados sobre dezenas de estudos mostram que o auto-monitoramento é um importante atributo para o sucesso nas mudanças.

3. Motivação

Mudar um hábito ou comportamento é melhor se você tem uma boa razão para fazer isto. Ouvir o seu médico dizer ” Você precisa parar de fumar” não é uma razão tão impactante para parar quanto um familiar ou amigo diagnosticado com câncer de pulmão. Motivação pode ser algo grande, como ficar em forma para entrar em um vestido com número menor para um casamento. Quanto mais pessoal for a motivação, mais eficaz será.

4. Busque suporte

Começar uma mudança não é tão desafiadora quanto ser fiel a ela.  Suporte da família, amigos, um médico, ou alguém mais  — até mesmo de uma comunidade online— pode prover feedback e encorajamento, especialmente quando você está se sentindo pra baixo.

5. Recompense a si mesmo

Mudança de hábitos é um trabalho árduo. Portanto, dê a você mesmo premiações ao longo do caminho. Estas podem ser pequenas coisas, como um novo CD ou um vaso de flores, ou algo maior, como uma viagem especial. O prazer que você adquire a partir  das recompensas, serve como estímulo a reforçar as mudanças positivas que você está fazendo.

6. Volte aos trilhos

Frequentemente os planos mais elaborados para cessar o tabagismo ou iniciar uma atividade física são sabotados. Isto é esperado – ninguém é perfeito, e a vida pode, num determinado momento, ir em uma direção contrária aos planos mais meticulosos. Ao invés de desanimar, e jogar tudo para o espaço, foque na motivação e objetivos que você traçou e use-os para continuar seguindo em frente. É nesse momento de recaídas que o suporte é o  mais importante.

. A equipe do Vitalité está à disposição para lhe dar todo o suporte necessário para que os resultados sejam alcançados, e você tenha uma melhora na qualidade de vida.Deixo uma mensagem final para aqueles que estão motivados a iniciar a mudança:

”  Você não precisa almejar por uma completa transformação de uma vez só. Pequenas mudanças na dieta, exercício, ou peso corporal podem fazer uma grande diferença na sua saúde. Estabelecer metas que você possa realisticamente atingir, e então ir ao encontro delas, podem projetar incrementos maiores no futuro.”

Especialista em Endocrinologia e Metabologia
Conselheiro do Conselho Regional de Medicina
Presidente da Câmara Técnica de Endocrinologia do CRM
Membro da Câmara Técnica de Registro de Especialistas do CRM
Médico Concursado da Secretaria de Estado de Saúde atuando na função de Regulador e Teleconsultor

About Dr. Paulo Freitas

Especialista em Endocrinologia e Metabologia Conselheiro do Conselho Regional de Medicina Presidente da Câmara Técnica de Endocrinologia do CRM Membro da Câmara Técnica de Registro de Especialistas do CRM Médico Concursado da Secretaria de Estado de Saúde atuando na função de Regulador e Teleconsultor

Post Relacionados

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *