A pele da gestante necessita de cuidados

Logo que a mulher engravida mudanças corporais podem ser percebidas,algumas vezes antes mesmo de receber a confirmação da gestação.É muito comum a queixa de mamas sensíveis e inchadas, assim como intolerância a alguns cheiros. Devido a alterações hormonais intensas, também podem surgir várias alterações na pele da gestante.Vamos neste post abordar as mais comuns, e também as mais temidas.

Manchas

Uma das maiores preocupações da futura mamãe é com o surgimento de manchas na face.Elas são castanhas, geralmente simétricas, e podem ocorrer nas bochechas, testa e queixo. O melasma, como é conhecido, pode surgir já no início da gravidez e se agravar antes do parto. A exposição ao sol piora este quadro e,por isso, o protetor solar deve ser utilizado diariamente e reaplicado  a cada 2 ou 3 horas. Existem outros produtos, tal como a vitamina C, que podem ser utilizados com  segurança durante a gravidez para clarear e também para impedir a piora do melasma.

Estrias

As estrias também são uma preocupação constante durante a gestação, pois ninguém quer ver em  seu corpo as marcas brancas que podem ocorrer,principalmente,nos seios e barriga.As estrias surgem devido ao estiramento excessivo da pele, e possuem um componente genético.Se você já tem estrias que surgiram na adolescência, ou se sua mãe e irmãs tiveram estrias na gestação, o cuidado deve ser redobrado. Para isto, é importante manter a pele sempre hidratada com produtos específicos, preferencialmente sem perfume, por causa dos enjôos e da maior sensibilidade da pele. Os hidratantes devem ser utilizados no mínimo uma vez ao dia após o banho, sendo aplicado nas mamas, abdômen, coxas e nádegas. Outra dica importante é evitar o ganho de peso excessivo, e nos últimos meses de gravidez, quando há maior chance de inchaço, a drenagem linfática também é bem-vinda.

Acne

Algumas mulheres percebem um aumento na oleosidade da pele, e com ela o surgimento de espinhas. Muitos produtos, facilmente encontrados nas farmácias, não podem ser utilizados pelas gestantes. Por isso é fundamental informar seu médico sobre todos os produtos de seu uso diário, inclusive os sabonetes e géis de limpeza. Caso você já tenha história de acne no passado, atenção especial deve ser dedicada na gravidez.

A gravidez é um período único e muito especial na vida de uma mulher. Por isso, agendar uma visita ao dermatologista irá ajudar você a tirar suas dúvidas e orientar quais produtos podem ser utilizados sem preocupação na pele da gestante.Cuide da sua pele com todo o carinho e segurança que você e seu futuro bebê merecem.

Curta o sol do verão com muito cuidado

Olá! O verão vem chegando aí com dias mais longos e quentes que sempre nos convidam para atividades prazerosas ao ar livre. Para aproveitar melhor a estação mais quente não esqueça de algumas dicas muito importantes:
1) use filtro solar: ao longo dos anos vamos acumulando os efeitos do sol na nossa pele, e para evitar o envelhecimento precoce e o risco de câncer de pele, não podemos deixar de protege-la diariamente com um filtro solar, que deve ser FPS 30 ou maior. A aplicação deve ser feita 15 minutos antes de sair ao sol, e depois a cada 2 horas, ou quando saimos da água. As crianças com menos de 6 meses devem ser protegidas com o uso de roupas e chapéus, e a partir dos 6 meses o uso de protetor solar deve ser orientado pelo dermatologista ou pediatra.
2) Evite o horário de exposição entre 10 e 16h – durante o horário de verão. Neste horário há maior incidência de radiação UVB, que causa queimaduras e câncer de pele.
3) Não esqueça de tomar água – os líquidos são essenciais, já que com o calor aumenta a sudorese e a perda de água.
4) Aplique hidratantes- com maior exposição a água e ao sol, precisamos hidratar mais a pele e os cabelos. Use hidratantes diários, mas dê preferencia aos que são livres de óleo.
Com essas dicas curtimos o verão cuidando bem do nosso corpo!

Sol e Vitamina D: Entrevista com a Dra. Vanessa Sebastiani

Celulite: mitos e verdades

A celulite é uma desordem frequente, acomete mais de 90% das mulheres na idade fértil. Embora tão comum, ainda é cercada por muitas dúvidas para a maior parte das pessoas.

Ela é classificada em quatro graus, relacionada com a gravidade da apresentação clínica. Embora ainda não haja um tratamento definitivo para esse problema, as alternativas terapêuticas estão cada vez maiores, e com resultados bastante satisfatórios.
Uma das maneiras de evitar que esse problema piore é manter uma alimentação equilibrada, rica em frutas, verduras, pobre em sal, gorduras e açucares. A prática frequente de atividades físicas aeróbicas também está associada com uma melhora no aspecto geral da celulite, pois estimula a circulação sanguínea.
Cremes podem ser utilizados como coadjuvantes no tratamento, tanto utilizados em casa, como associados a realização da drenagem linfática. É importante lembrar que nenhum tratamento isoladamente irá curar a celulite, e essa promessa é sempre FALSA.
Para um tratamento adequado procure o seu dermatologista associado a Sociedade Brasileira de Dermatologia(SBD). Ele é o profissional apto a avaliar e tratar cada paciente, com as reais expectativas e com as mais variadas tecnologias disponíveis atualmente.

Mitos e verdades sobre a celulite

VERDADE: A celulite é uma doença multifatorial.

Diversos fatores contribuem para o surgimento e agravamento da celulite, como fatores hormonais, genéticos, raciais, vasculares e fatores externos (sedentarismo, dieta desequilibrada).

MITO: Apenas pessoas acima do peso ideal apresentam celulite.

Todas as pessoas, incluindo as muito magras, podem apresentar celulite.

VERDADE: A drenagem linfática auxilia no tratamento da celulite.

Um dos principais causadores e agravadores da celulite é a retenção hídrica. Dessa forma, a drenagem linfática (que é uma massagem delicada que estimula a eliminação dos líquidos acumulados) é um excelente método coadjuvante no tratamento. Lembre-se sempre que deve ser realizada por um profissional habilitado.

MITO: Lipoaspiração é um dos tratamentos para celulite.

Essa é uma técnica para o tratamento da gordura localizada, que pode estar associada ao quadro, mas não é a sua causa.

VERDADE: Quem tem tendência a apresentar vasinhos e varizes pode ter mais celulite.

Esse é mais um dos sinais de comprometimento circulatório, associado a celulite.

MITO: Não existe tratamento eficiente para a celulite.

Há diversos tratamentos que podem melhorar o aspecto desta desordem, embora não exista um tratamento definitivo. Procure em dermatologista credenciado a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), e inicie seu tratamento.

VERDADE: bebidas com gás podem piorar a celulite.

Os refrigerantes normais contem alto teor calórico e de açúcar, que agravam a celulite. Por outro lado os refrigerantes dietéticos contem altas taxas de sódio, que favorece a retenção de líquidos, também piorando o problema. Opte sempre pela água, que na versão gaseificada NÃO piora os indesejáveis furinhos.