dhea

Hormônios da “fonte da juventude” parte 1 – DHEA

Você já deve ter lido sobre matérias na Internet ou em revistas afirmando que certos hormônios podem ajudá-lo a manter-se jovem. Mas estas informações sobre hormônios antienvelhecimento são verdadeiras? Neste post vou lhe ajudar a separar o que é mito e o que é verdadeiro sobre o DHEA. Em outro post abordarei o Hormônio do Crescimento (GH).

Supostos benefícios do DHEA

É divulgado na mídia que a reposição de DHEA proporcionaria os seguintes benefícios: retardo no envelhecimento, aumento na força muscular, melhora da imunidade e diminuição do peso corporal.

Não há comprovação científica a respeito destas ações.  Evidências mais robustas são necessárias.

O que é DHEA?

DHEA (dehidroepiandrosterona) é um hormônio feito a partir do colesterol pelas glândulas adrenais, localizadas logo acima dos rins.

O que faz o DHEA?

Seu corpo transforma DHEA em dois importantes hormônios sexuais: testosterona e estrogênio. Testosterona é a responsável pelo surgimento da puberdade nos meninos, promovendo crescimento de pêlos na face e região pubiana, aumento do pênis e testículos, e engrossamento da voz. Em homens adultos, a testosterona está relacionada com o apetite sexual, com a massa muscular e óssea, e produção de esperma. Estrogênio em mulheres está relacionada ao desenvolvimento mamário, liberação de óvulo pelo ovário, períodos menstruais e gravidez. Homens tem uma pequena quantidade de estrogênio, assim como mulheres tem uma pequena quantidade de testosterona.

DHEA tem utilidade no tratamento de doenças?

Alguns pesquisadores tem sugerido que DHEA pode ser usada para tratar insuficiência da Adrenal (doença de Addison), depressão,lupus, obesidade, doença de Alzheimer, osteoporose, doença de Crohn, infertilidade, e problemas ligados a menopausa.

DHEA não é ainda aprovado pelo FDA, nem pela ANVISA como tratamento para estes problemas de saúde. Mais pesquisa é necessária neste campo para estudar os benefícios potenciais e os possíveis riscos a longo prazo da suplementação de DHEA.

Uso inapropriado do DHEA

Algumas pessoas utilizam DHEA, com a esperança que irá aumentar a resistência e força muscular, aumentar a energia, diminuir a gordura corporal, reforçar a imunidade. Porém estes efeitos não estão provados.

Quais são os riscos de ingerir DHEA sem recomendação médica?

Em mulheres, DHEA pode causar alterações relacionadas ao aumento na testosterona: irregularidade menstrual, aumento de pêlos na face, aumento da sudorese, diminuição do tamanho das mamas, e engrossamento na voz.

Em homens, pode causar alterações relacionadas a um aumento no estrogênio e/ou queda na testosterona: ginecomastia( aparecimento de mamas), diminuição no tamanho dos testículos, espinhas, e queda de cabelos.

Alguns efeitos desaparecem com a interrupção do DHEA, porém outros podem ser permanentes.

Não é recomendado utililizar DHEA para melhorar a qualidade de vida. Ao invés disto, o ideal é investir em estratégias para que os pacientes realizem atividades físicas semanais de maneira periódica e suficente, tenham um sono adequado, e uma dieta balanceada.

Se você está preocupado com sua saúde, fale com o seu médico de confiança sobre o que é melhor para você.

Fonte: Endocrine Society – Hormone Health Network

Doutora em Endocrinologia – USP/SP
Residência Médica em Endocrinologia – Hospital Brigadeiro/SP

Post Relacionados

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *