dieta-low-carb-melhor

Dieta com pouca gordura não é a mais efetiva

Dieta com pouca gordura não é mais efetiva que outras dietas para auxiliar na perda de peso a longo prazo. Por décadas até os dias atuais, tem-se falado que para perder ou manter o peso , tem que parar de comer gordura. E como está a situação hoje em dia? Vivemos uma epidemia de pessoas com sobrepeso e obesidade.

Ano passado foi publicada na conceituada revista Lancet uma metanálise, que analisou 53 artigos científicos, envolvendo 68 mil pacientes que realizaram dietas para emagrecimento.

Dezoito trabalhos compararam dietas low-carb ( pobre em carboidratos) com dietas com pouca gordura, e neste comparativo, dieta low-carb ocasionou uma  perda de peso mais significativa a longo prazo.

A questão central para o sucesso de uma dieta é colocar claramente para o paciente as escolhas alimentares que são saudáveis e aquelas que ele deve evitar. Quando é colocado para o paciente que ele deve ingerir pouca gordura, é natural que aja uma compensação aumentando o consumo de carboidratos ou açúcares. Aumentando a carga de carboidratos, o pâncreas será mais exigido, liberando mais insulina. A insulina é sabidamente um hormônio que forma gordura.

Os alimentos industrializados, tais como  biscoitos, doces e  salgadinhos, são ricos em carboidratos e gorduras. O hábito de consumir estas substâncias, tão presente nas nossas crianças, está contribuindo para o crescimento da obesidade infantil. E uma criança gordinha terá muito mais dificuldade de perder gordura na vida adulta.

Uma alimentação saudável deve ser composta de frutas, carboidratos com baixo indice glicêmico ( elevam menos a glicose no sangue), os quais em geral são os carboidratos ricos em fibras, verduras e legumes.

Para aqueles que precisam emagrecer, a dieta com controle na ingesta dos carboidratos, optando por uma ingestão variada de alimentos em suas versões low-carb, tais como pães, tortas, lasanhas e  pizzas, é uma maneira efetiva de tratamento. Uma das grandes vantagens desta dieta é que o indivíduo não precisa sentir fome, pois não há controle na quantidade a ser ingerida.

As nutricionistas do vitalité centro médico tem experiência com este tratamento, e podem lhe ajudar a escolher uma opção variada de cardápios, de acordo com a sua preferência, de modo a facilitar a sua aderência a esta dieta.

 

 

Especialista em Endocrinologia e Metabologia
Conselheiro do Conselho Regional de Medicina
Presidente da Câmara Técnica de Endocrinologia do CRM
Membro da Câmara Técnica de Registro de Especialistas do CRM
Médico Concursado da Secretaria de Estado de Saúde atuando na função de Regulador e Teleconsultor

About Dr. Paulo Freitas

Especialista em Endocrinologia e Metabologia Conselheiro do Conselho Regional de Medicina Presidente da Câmara Técnica de Endocrinologia do CRM Membro da Câmara Técnica de Registro de Especialistas do CRM Médico Concursado da Secretaria de Estado de Saúde atuando na função de Regulador e Teleconsultor

Post Relacionados

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *